Começa a Campanha Nacional de Multivacinação para crianças e adolescentes

Começou nesta segunda-feira (19), prosseguindo até o dia 30 de setembro, a Campanha Nacional de Multivacinação em todo o país, com a finalidade de atualizar a caderneta de vacinação de crianças e adolescentes. O público-alvo são crianças menores de 5 anos e crianças e adolescentes de 9 anos a 15 anos.

O Dia D de mobilização nacional está marcado para o próximo sábado (24), quando os postos estarão abertos para atender aos que tiverem dificuldades de comparecer em horário comercial.

O Ministério da Saúde enviou a todos os Estados, 26,8 milhões de doses – incluindo 7,6 milhões para a vacinação de rotina de setembro e 19,2 milhões de doses extras para a campanha.

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (SES), a Campanha Nacional de Multivacinação visa completar os esquemas de imunização das crianças com idades de 0 a menores de cinco anos e jovens de 9 a menores de 15 anos. Em Sergipe, estima-se o funcionamento de 350 postos de vacinação, sendo 220 postos fixos e 130 postos volantes em todo o território.

“Serão disponibilizadas as vacinas BCG, Pentavalente, Rotavírus, Pólio VIP, Meningocócica C, Pneumo 10, Hepatite A, Antitetânica, Tríplice Viral, Varicela, Pólio oral, Hepatite B e HPV quadrivalente”, conta a gerente do Programa Estadual de Imunização da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Sândala Teles.

HPV

O médico Almir Santana, gerente do programa Estadual de IST/Aids da SES destacou que a campanha também chama a atenção para a importância da vacinação contra o HPV. “É essencial que as meninas com idade entre 9 e 13 anos sejam levadas às unidades de saúde para que sejam vacinadas”, ressalta.

Ele explica que, nesta idade, a maioria das jovens ainda não possui vida sexual ativa e que a vacina estimula a produção de uma grande quantidade de anticorpos, aumentando a imunidade.“Como a vacina é quadrivalente, protege de quatro tipos de vírus, sendo dois ligados à ocorrência do câncer e dois às verrugas genitais”, destaca Almir.

Por Aldaci de Souza –  Agência Alese de Notícias – com informações da SES

 

Outras notícias para você