Cia de Arte Alese apresenta ‘O Auto da Cidadania’ no Casem

Publicada: 19/09/2022 às 14:59

Por Wênia Bandeira/Agência de Notícias Alese

A Cia de Arte Alese apresentou, nesta segunda-feira, 19, o espetáculo ‘O Auto da Cidadania’ na Unidade Socioeducativa de Internação Masculina (Casem), em Nossa Senhora do Socorro. Os educandos puderam saber mais sobre seus direitos e deveres na sociedade de forma lúdica.

O diretor da unidade, Rodrigo de Oliveira, falou que esta é uma oportunidade essencial para todos os internos. O local abriga adolescentes e jovens infratores de 12 a 21 anos de idade, cotando atualmente 69 rapazes.

Rodrigo de Oliveira- Diretor Casem

“Alguns adolescentes quando chegam são cobrados muito em relação aos deveres, mas os direitos precisam ser mostrados também a eles e agora tiveram esta oportunidade”, explicou.

Além disso, Rodrigo de Oliveira contou que eles já têm disponível o teatro dentro do Casem, mas ter a encenação de forma profissional pode fazer com que queiram participar mais dessas aulas. “O teatro está inserido na unidade há algum tempo e já faz parte da rotina e uma apresentação já mais profissional só vai estimular mais ainda os adolescentes na prática do nosso teatro”.

Os internos agradeceram a presença da Cia de Arte. “É muito bacana porque alguns assuntos a gente pensa que é de outro jeito e eles ensinaram agora. Na peça ficou mais fácil de entender”, falou o adolescente de iniciais PGS.

Isabela Mazza – diretora da Escola do Legislativo

A diretora da Escola do Legislativo, Isabela Mazza, destacou a importância de passar estes ensinamentos para os internos do Casem. Ela ainda salientou que eles precisam de um pouco de diversão já que têm um dia a dia mais difícil.

“A gente quis trazer o teatro para ter esse momento mais leve para esses meninos que vivem em um ambiente tão hostil. A gente está aqui para plantar uma sementinha do que é ser cidadão, de direitos e deveres, para tentar mudar a maneira como eles enxergam o mundo porque a vida deles já é bem difícil”, declarou.

O autor da peça, Euler Lopes, falou que este é o intuito deste espetáculo. “Esse texto fala sobre direitos, deveres e a importância dos três poderes: Legislativo, Executivo e Judiciário. A gente fala como esses três poderes não trabalham isoladamente, que precisa ter uma articulação entre eles para que funcione e possamos de fato ter um Estado atuante. É um desafio trazer essas informações porque estamos lidando com uma mensagem que a

Euler Lopes- Autor da peça

gente estuda na escola de forma superficial. Então o intuito é trazer de uma forma lúdica para quebrar esse distanciamento e despertar o interesse de todos”.

A atriz Talita Calixto interpreta a personagem principal, Maria Grilada. Trata-se uma mulher que reclama de seus problemas, mas não busca se informar sobre as causas deles e como podem ser resolvidos pelos três poderes, além da importância de seu voto nas Eleições.

Talita Calixto – atriz e coord. Cia de Arte Alese

“A gente costuma dizer que este espetáculo é do povo para o povo, então a Maria Grilada vem representando. É uma mulher que não conhece seus direitos e seus deveres e a importância de exercer a sua cidadania”, disse.

A Cia de Arte Alese é uma iniciativa da Assembleia Legislativa de Sergipe para levar cultura e arte de forma gratuita à população sergipana.

 

Fotos: Jadilson Simões/Alese

Outras notícias para você