Cedro de São João, a 94 quilômetros da capital sergipana, teve inicio com a fazenda Cedro, do século 18, onde está localizada a Igreja Matriz São João Batista. Por dez anos, o nome da cidade foi Darcilena, porque o prefeito Miguel Seixas queria homenagear a mulher de Getúlio Vargas, Darcy, e a mulher de Augusto Maynard, Helena. Em 6 de fevereiro de 1954, passou a se chamar Cedro de São João, por causa do padroeiro.