As receitas do Estado de Sergipe crescem e as despesas com pessoal diminuem

Publicada: 03/03/2022 às 17:02

3/3/2022

Por Assessoria Parlamentar

Na manhã desta quinta-feira, 3, o deputado estadual Iran Barbosa, do PT, voltou a analisar os dados fiscais do Governo do Estado relativos ao 3º quadrimestre de 2021 que foram apresentados pelo secretário de Estado da Fazenda, Marco Antônio Queiroz, na semana passada.

Desta vez, o parlamentar chamou a atenção para o fato de que, apesar de existir crescimento nas receitas do Estado de Sergipe, a política adotada pelo governo relativamente às despesas com pessoal é a de achatamento.

“Os dados mostram que as receitas do Estado de Sergipe seguem a linha histórica de crescimento. Ao compararmos o ano de 2020 com 2021, vamos constatar que houve um crescimento nominal de 12% nas receitas orçamentárias e, se considerarmos a inflação medida pelo IPCA no período, observamos um crescimento real da receita da ordem de 1,76%”, destacou.

“Em contrapartida, houve um achatamento na despesa com pessoal e encargos, no mesmo período. Ao compararmos o ano de 2020 com 2021, observamos que houve uma queda real de 3,2% neste quesito. Ou seja, a receita cresceu, mas a despesa com pessoal caiu”, alertou Iran.

Para Iran, os servidores ativos e aposentados têm sido vítimas de uma política de desrespeito sistemático aos seus direitos.

“Os dados previdenciários apresentam uma melhora em razão do sacrifício gigantesco ao qual estão submetidos os servidores aposentados, que passaram a ter confiscados dos seus proventos 14% a título de contribuição previdenciária”, observou.

“Gostaria de reiterar a nossa divergência em relação a toda essa política de massacre dos servidores públicos ativos e aposentados”, manifestou Iran Barbosa.

Foto: Jadilson Simões

Outras notícias para você