Por Habacuque Villacorte – Rede Alese

A Assembleia Legislativa de Sergipe promoveu nessa sexta-feira (20), por iniciativa do deputado estadual e presidente da Comissão de Legislação Participativa da Alese, Samuel Carvalho (Cidadania), uma audiência pública sobre os 19 Anos da Lei do Menor Aprendiz, que teve o apoio da Comissão de Participação Legislativa da Câmara Federal. O evento contou ainda com as presenças dos deputados federais Celso Jacob (RJ) e Bosco Costa (PL), que é o vice-presidente da Frente Parlamentar Mista de Apoio ao Jovem Aprendiz.

Em Sergipe cerca de 400 jovens participam do programa de capacitação. A ideia do evento é ampliar o número de aprendizes no Estado e fortalecer a efetividade da Lei da Aprendizagem, que determina que as empresas de médio a grande porte devem possuir uma porcentagem equivalente a 5% e 15% de jovens aprendizes em trabalho e/o estágio, sendo que estes demandem alguma função dentro da empresa. Foram destacados deputados federais e senadores, da atual e de legislaturas anteriores, que abraçaram esta causa.

Bosco Costa

O deputado federal Bosco Costa fez um discurso emocionado por se tratar de um projeto 100% sergipanos que já se estende por todo o Brasil. “É o exemplo de mulheres e homens de bem que pensam no futuro do País. Ele me emociona porque ele forma cidadãos. Vocês são o Brasil de hoje e de amanhã. Esse projeto, qualquer governador, tem que abraça-lo. Contem com o nosso modesto trabalho”.

Samuel Carvalho

Deputado estadual Samuel Carvalho

Já o deputado estadual Samuel Carvalho disse que não são necessárias “estrelas   “ para resolver os problemas, mas de uma somação de forças dos deputados federais, estaduais e de todos. “Temos que pensar grande, ajudar a juventude com um projeto como esse. O grande desafio é que temos boas leis, mas que precisam sair do papel, como o Estatuto da Juventude, por exemplo. Precisamos unir forças para ajudar o nosso Estado de Sergipe. Temos que tirar o direito do papel e coloca-lo em prática. Este projeto representa oportunidade”.

Celso Jacob

Já o deputado federal Celso Jacob enalteceu a grandeza desse projeto porque ele salva vidas, encaminhar os jovens. Segundo ele Sergipe está fazendo história para o País. “Isso faz bem para as nossas consciências. Tenham orgulho porque um dia vão reconhecer que ele saiu de Sergipe. Nós políticos temos bandeiras e queremos estar na política para fazer coisas boas, e não para fazer coisas erradas. A sociedade tem que olhar melhor, separar o joio do trigo, nem todo mundo é bom, mas nem todo mundo é ruim. Esse projeto começa a engatinhar na Câmara e vamos dar educação ao nosso povo que a gente diminui a violência”.

Goretti Reis

Deputada Goretti Reis se somou ao projeto

Por sua vez, a deputada estadual Goretti Reis (PSD) disse que se sente muito feliz por ver os empresários sergipanos aderindo ao projeto. “Eu como lagartense, me orgulho porque lá são 220 oportunidades de emprego que foram dadas para estes jovens, e ficamos felizes de ver cada vez mais o projeto crescer e desenvolver. Tem várias empresas participando. Temos um compromisso grande de sensibilizar os nossos deputados federais e senadores para eles garantirem os recursos necessários, através de emendas, para desenvolver esses serviços”.

Mafra Méris

A Conciliadora federal e coordenadora nacional de Jovem Aprendiz Integrado, Mafra Méris, não escondeu a satifsfação pelo sucesso do programa e disse que as pessoas precisam ter conhecimento do trabalho da Comissão Parlamentar. “É a Comissão que escuta nossos anseios, os apelos da sociedade. Nós abusamos dela em BSB! No nosso País temos muita mão de obra voluntária e nós precisamos muito disso. A sociedade entendeu que é dever de todos, inclusive do Estado. Eu, que durante muito tempo, vivi do recurso público, estudei bancada pelos impostos, e de retorno eu dou à sociedade o que de melhor ela me deu: Educação”.

Foto: Jadílson Simões