Por Stephanie Macêdo

Por fruto de Lei Estadual de nº 8.917/2021, o município de Itabaiana passa a ser a ‘Capital do Primeiro Milagre de Santa Dulce dos Pobres”. O título foi conferido pela Lei sancionada recentemente pelo Governo do Estado, a partir do Projeto de Lei Ordinária (PL 262/2021), de autoria da deputada estadual Maria Mendonça (PSDB).

A parlamentar manifestou a sua alegria em ver o projeto ser transformado em Lei. “É uma alegria vermos essa nossa propositura ser transformada em lei, considerando a importância da Santa Dulce, não só para Itabaiana, mas para Sergipe e para todo o Brasil”, disse.

Utilidade Pública

No último dia 21 deste mês os parlamentares da Casa Legislativa de Sergipe aprovaram outro Projeto de Lei da deputada Maria Mendonça, o de nº 326/2021, que declara a associação ‘Unidos por uma Itabaiana Solidária’, conhecida como ‘Casa Santa Dulce dos Pobres’, como de Utilidade Pública. A associação ajuda aos menos favorecidos.

Histórico da Santa

Com dois milagres reconhecidos pelo Vaticano, sendo o primeiro ocorrido na cidade de Itabaiana, Sergipe, a freira baiana Irmã Dulce (1914-1992) foi canonizada no dia 13 de outubro de 2019 pelo papa Francisco, tornando-se a primeira santa nascida no Brasil. A irmã passou a ser chamada ‘Santa Dulce dos Pobres’.

Foto: Joel Luiz