A visão de Luciano Cerqueira, superintendente de Gestão Estratégica do Banese.

Publicada: 07/04/2020 às 10:14

Na etapa de diagnóstico da construção do PDES 2020-2030, os representantes do Banese, Luciano Cerqueira e Thiago Caetano, também se reuniram com a equipe da Fundação D. Cabral. Luciano Cerqueira, superintendente de Gestão Estratégica do Banese, revelou uma das próximas estratégias do banco para contribuir com o desenvolvimento do estado, no campo do turismo: “Enxergamos o banco como um dos principais agentes de desenvolvimento econômico do estado. Não seria possível o governo realizar diversas ações sem o apoio do Banese”. A ideia do Banese é investir em abertura de crédito para micro e pequenas empresas, pensando no desenvolvimento do turismo local e comércio. E o superintendente completa: “Nós estamos focados nas possibilidades de abrir linhas específicas dentro e fora do estado”.

Ao serem questionados sobre o perfil de empresas, no ramo da indústria, a serem atraídas para Sergipe, os representantes do Banese destacam a indústria automobilística com energia renovável e a indústria eólica e de energia solar, como mercado promissor para o Estado.

 

Outras notícias para você