O médico pediatra, epidemiologista e especialista em saúde pública Walter Marcelo Oliveira de Carvalho, recebeu na tarde desta segunda-feira 12, das mãos da deputada Goretti Reis (PMDB), o título de Cidadania Sergipana, honraria concedida pela Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) que foi entregue durante sessão especial. “Um homem que se fez e faz respeitar-se pelo trabalho que desenvolve na medicina, principalmente no atendimento do serviço público,” justificou Goretti Reis a escolha do homenageado.

De acordo com a parlamentar, o alagoano que mora em Sergipe há 45 anos, está como secretário da Saúde do município de Itabaininha, é um profissional e ser humano dedicado, comprometido e competente quando o assunto é o atendimento médico do Sistema Único de Saúde (SUS).“Walter tem uma história na saúde pública, trabalha pelo interior, leva uma vida profissional dedicada a rede hospitalar, e ainda percorre todos os municípios. Não abandona a necessidade de quem precisa do serviço no interior”, descreveu, acrescentando que o médico não nasceu em Sergipe, mas mora e se dedica ao Estado.

Emocionado, Walter Marcelo agradeceu a autora da propositura a deputada Goretti Reis pelo reconhecimento e a Alese pela honraria. “Me sinto sergipano de coração e alma, extremamente lisonjeado e divido esse título com todos que formam o SUS, os agentes comunitários, agentes de endemias, enfermeiros, odontólogos que militam em todos os recantos do estado de Sergipe na construção de uma saúde mais digna para todos os cidadãos”, enfatizou.

Para o médico, o título de cidadão sergipano aumenta a responsabilidade como homem e profissional da área de saúde eprofessor universitário. “O título publiciza a nossa atuação, mais ainda como formador de novos profissionais médicos, onde temos o dever de educar o homem e o profissional com disciplina, teoria e bons exemplos. Espero continuar fazendo jus ao título de cidadania sergipana que recebi da Alese”, finalizou agradecendo, a família pelo apoio ao longo dos anos. 

Por Ascom Parlamentar

Foto: César de Oliveira