Infelizmente, ainda é uma realidade brasileira termos crianças e adolescentes usando armas de fogo, inseridos no contexto da violência e fora das escolas, já que a falta de educação de qualidade está diretamente ligada a imersão na criminalidade.

Para tentar conscientizar a população acerca do tema, foi instituído o Dia do Desarmamento Infantil Nessa data, lembramos que uma criança nunca deve utilizar e nem brincar com armas de fogo (mesmo sendo de brinquedo).

O que diz o Estatuto?

O Estatuto do Desarmamento, criado no ano de 2004, aponta que a criminalidade está diretamente ligada ao uso de armas de fogo e que a maioria das vítimas tem idade entre 15 e 25 anos. O documento pretende combater a venda ilegal e o contrabando de armas para diminuir a violência no País.

A Campanha do Desarmamento é um marco na história do Brasil no que se refere ao combate à violência e à instituição de uma cultura de paz no país. Desde que começou o recolhimento de armas, em 15 de julho de 2004, a população já entregou cerca de 350 mil armas de fogo à destruição. O engajamento da sociedade é uma resposta ao apelo do governo para a construção de um país mais seguro. Até o dia 22 de junho de 2005, foram entregues à Polícia Federal e ao Exército um total de 342.303 mil, número que não contabiliza ainda o total de armas entregues às polícias estaduais.

Por Camila Ramos – Agência Alese de Notícias com informações