13 de Agosto: Dia Nacional da Santa Dulce dos Pobres

Publicada: 12/08/2022 às 12:49

13/8/2022

Por Shis Vitória/Agência de Notícias Alese

Hoje, 13 de agosto, a igreja católica celebra o Dia Nacional de Santa Dulce dos Pobres. Sua festa litúrgica remete ao fato de que nesta data, em 1933, Maria Rita de Sousa Brito Lopes Pontes fez sua profissão de fé e votos perpétuos, tomando o hábito de freira na Congregação das Irmãs Missionárias da Imaculada Conceição da Mãe de Deus e recebendo o nome de Irmã Dulce, em homenagem à sua mãe. Em novembro de 2021, o Senado Federal aprovou a propositura que também foi legitimada na Câmara dos Deputados

Irmã Dulce se tornou a primeira santa genuinamente brasileira e canonizada pelo Vaticano com o título de Santa Dulce dos Pobres. Ela nasceu no dia 26 de maio de 1914, em Salvador, no bairro do Barbalho, e a referência de “Anjo da Bahia” se deu por conta das ações em assistência aos desfavorecidos.

Diante de sua vocação e missão, Irmã Dulce construiu um grande legado: fundou cinemas, albergues, obras sociais, colégios, hospitais, entre outras iniciativas para a população carente da Bahia. A santa dos pobres costumava andar pelas ruas de Salvador em busca de doações para as crianças, doentes e necessitados.

Sergipe

Por meio da Lei Nº 8.917/2021 o município de Itabaiana se tornou oficialmente a ‘Capital do Primeiro Milagre de Santa Dulce dos Pobres’. A justificativa do título é por ter sido registrado no município, o primeiro milagre atribuído à irmã Dulce, em 2001, quando uma mulher após dar à luz ao seu segundo filho na maternidade São José sofreu uma forte hemorragia controlada devido às orações feitas em louvor na intenção da mesma.A Assembleia Legislativa de Sergipe possui legislações alusivas ao tema.

A Lei Nº 8.955/2021 reconhece ainda como de Utilidade Pública Estadual a “Unidos Por Uma Itabaiana Solidária – Casa Santa Dulce dos Pobres” com sede e foro no município de Itabaiana.

A Lei Nº 8.619/2019 instituiu o Dia da Santa Dulce dos Pobres (13 de outubro) a ser comemorado referente à sua canonização.

Escultura

Estátua em Itabaiana homenageia Santa Dulce. Foto: Canção Nova

Em 2020, foi inaugurada em Itabaiana, uma imagem com sete metros de altura, considerada a maior do mundo, em homenagem à nova santa. A escultura foi instalada em um mirante que, ao todo, totaliza 23 metros de altura, justamente no local onde foi construída a Casa de Acolhimento Santa Dulce dos Pobres que se transformou em um novo cartão postal para a cidade serrana, localizada na região Agreste de Sergipe.

O local tem por objetivo reunir um conjunto de atividades sociais, artísticas e religiosas que atendam indivíduos em vulnerabilidade e risco social, especialmente pessoas em situação de rua e com deficiência intelectual. O mirante é aberto ao público com funcionamento das 6h às 17h todos os dias.

Endereço: Rua José Francisco de Gois, 11 Loteamento Oscar Niemeyer Quadra 10 – Anísio Amâncio de Oliveira (Itabaiana).  

 

Foto: Acervo Irmã Dulce/Reprodução/Agência Brasil

Outras notícias para você