Deputados aprovam o ‘Educação Mais Conectada’ que beneficiará mais de 7 mil professores em Sergipe

Publicada: 23/02/2022 às 8:31

23/2/2022

Por Shis Vitória/Alese

Os deputados estaduais aprovaram em junho de 2021 a lei N° 8.847,  que autoriza o governo do Estado a criar o programa ‘Educação Mais Conectada, com a finalidade de garantir a efetiva continuidade do Programa de Inovação Educação Conectada no âmbito da Secretaria de Estado de Educação, do Esporte e da Cultura – SEDUC; além de instituir a ajuda de Custo e o auxílio Internet para os professores da rede estadual de ensino enquanto durar a pandemia da Covid-19. O Programa foi ampliado e está na segunda etapa que contempla além de professores, os servidores no exercício da função de secretário escolar e professores lotados em Diretorias Regionais de Educação ou na Seduc. A adesão ao Educação Mais Conectada deve ser feita entre os dias 14 de fevereiro e 18 de março, mediante preenchimento de termo de adesão.

Com a aprovação pela Alese professores e servidores da rede pública estadual podem adquirir novos equipamentos de informática ou dispositivos móveis, além de apoio à contratação de plano de internet. Será repassado o valor de R$ 5.000,00, em parcela única, para a compra do material, e a quantia de R$ 70,00 mensais para o pacote de dados. 

Ao todo, em 2021, foram investidos R$ 29.974.500,00 em pagamento dos auxílios tecnológico e internet, contemplando 5.321 professores. Para este ano, o Governo do Estado investirá o valor estimado em R$ 47.544.630,00, repasse que beneficiará 7.511 professores.

A professora Tatiana compartilhou sua experiência com o programa

A professora Tatiana da Silva Souza Santos atua no Colégio Estadual Alceu Amoroso Lima e diz que aprovou a iniciativa. “Aderi o projeto no ano passado com o objetivo de comprar um notebook e um smartphone para otimizar o planejamento e a execução de aulas online e foi algo que fez toda diferença principalmente, na aplicação do diário eletrônico. A tecnologia sempre fez parte do nosso cotidiano, porém com a pandemia se tornou ainda mais essencial”, comentou.  

Execução

Cada professor ou servidor poderá adquirir um equipamento novo de informática ou dispositivo móvel, tais como computador de mesa (Desktop), ou all in one, notebook, netbook, com configurações mínimas de acesso adequado à internet; smartphones ou tablets, também com configurações de acesso à internet e com capacidade de reproduzir conteúdo multimídia e acessar aplicativos de comunicação. Com relação ao plano de Internet, o projeto determina a contratação de serviço contínuo de acesso à internet, o qual pode ser de uso residencial ou em forma de pacote de dados para celular.

O professor que receber auxílio de R$ 5.000,00 terá o prazo de 90 dias, contados a partir da data do seu recebimento, para comprovar a aquisição do equipamento novo de informática ou dispositivos móveis. No que se refere ao plano de internet, o docente deverá obrigatoriamente comprovar a contratação do plano ou que já possui contrato de serviço de internet, com relação aos meses seguintes deverá comprovar a sua destinação semestralmente.

Caso o equipamento escolhido tenha o valor inferior ao do auxílio tecnológico, é permitido ao professor utilizar o saldo remanescente do benefício para aquisição de novo equipamento de qualquer outro item descrito a seguir, em qualquer quantidade e sem necessidade de se observar especificação mínima: Computador de mesa (Desktop), ou all in one, notebook, netbook; smartphone ou tablet; monitor, projetor data show; mouse, teclado; estabilizador de tensão elétrica, filtro de linha e no-break; impressora, scanner, multifuncional e mesa digitalizadora; webcam, fone de ouvido e microfone com interface USB, sem utilização de adaptador; pen drive, HD externo ou dispositivo de memória externa; roteador/switch; e componentes avulsos de computadores: placa-mãe, memória RAM, HD, memória SSD, placa de vídeo, placa de som, placa de rede wi-fi, fonte de alimentação.

Os valores serão creditados na conta bancária dos professores e de acordo com o regulamento. Mais informações sobre o Educação Mais Conectada 

 

Fotos: Maria Odília e Arquivo Pessoal

Outras notícias para você