Você, cidadão,
é bem-vindo
à vida parlamentar.

Assista ao vídeo abaixo e entenda
como funciona a Casa do Povo.

A nossa missão é representar os cidadãos, legislar e fiscalizar. Mas é, também,nossa obrigação, convidar a todos à participação. As nossas sessões plenárias são abertas, assim como são, também, exibidas em tempo real, através docanal 48.2 da TV Alese porque fazemos questão da participação popular. Agora, queremos passar algumas informações sobre o trabalho da Alese e dosdeputados estaduais. Afinal, você elegeu o seu parlamentar. Mas, você sabe o que ele faz?

Porque defende os direitos dos cidadãos e dos mais variados segmentos sociais.Nas sessões plenárias, os deputados deliberam sobreproposituras parlamentares e projetos de lei oriundos de outros poderes ou mesmo da iniciativa popular.
Investiga, ouve indiciados, inquire testemunhas, solicita informações e documentos, determina a quebra de sigilo bancário, fiscal e telefônico. Mas a CPI não julga e nem pune.As comissões são órgãos temáticos constituídos por parlamentares, para a discussão e votação de projetos de lei e realização de audiências públicas.
Promovendo a participação de mulheres na defesa dos seus direitos e de questões relacionadas a gênero e luta contra a violência.A Assembleia Legislativa de Sergipe é formada por 24 deputados estaduais, eleitos a cada quatro anos.
Um projeto de lei pode ser fruto da iniciativa de qualquer membro ou comissão da assembleia, do governador do estado, da procuradoria geral de justiça, do tribunal de justiça ou do tribunal de contas, dentro das suas respectivas competências. e até mesmo dos cidadãos.As Audiências Públicas são um importante instrumento de ação dos deputados estaduais para o debate de temas de interesse da sociedade.
Para concorrer ao cargo de Deputado Estadual, o cidadão precisa ser brasileiro, ter, no mínimo, 21 anos, ter título de eleitor, estar em dia com as obrigações militares, ser filiado a um partido político e ter domicílio eleitoral no estado em que vai concorrer.Os Projetos de Lei cumprem uma trajetória. Depois de apresentados, eles são registrados e lidos em plenário e encaminhados para as comissões, onde serão apreciados. Geralmente, eles passam, primeiro, pela Comissão de Constituição e Justiça para que seja observada a constitucionalidade do projeto - exceto no caso de orçamento e veto.