O líder da oposição na Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) o deputado Capitão Samuel (PSL), usou a tribuna no pequeno expediente da sessão legislativa dessa terça-feira (25), para denunciar que o Governo do Estado não tem mais interesse em usar o antigo campo de aviação, mais conhecido como o Aeroclube de Sergipe, localizado na Avenida Maranhão, zona norte da capital sergipana. “A falta de interesse fez com que a Anac enviasse um ofício ao Governo informando que o aeroclube será desativado a partir do dia 12 de novembro deste ano. O que me chama atenção é que sem o local de pouso e decolagem, o serviço do Grupamento Tático Aéreo (GTA) não terá mais local para treinamento”, observou.

Segundo Capitão Samuel, o argumento utilizado pelo secretário da Segurança Pública, Mendonça Prado, é que o Estado tem interesse imobiliário em vender a área. Por esse motivo, abriu mão de utilizar o espaço como campo de aviação e local exclusivo para treinamento do Grupo Tático Aéreo (GTA). “É lamentável ver o Governo utilizar uma área para especulação imobiliária, visando arrecadar mais dinheiro e não priorizar a segurança da população”, afirmou, acrescentando que os policiais do GTA só terão dois locais autorizados para pouso e decolagem, Canindé do São Francisco e o aeroporto de Aracaju.

Para o parlamentarl, o Governo não procurou alternativas e agora busca outro local para o treinamento do GTA. “Essa decisão mostra a falta de compromisso do Governo com a sociedade e a falta de planejamento em não dialogar”, concluiu o deputado estadual Capitão Samuel.

Por Glice Rosa – Agência de Notícias Alese

Foto: César de Oliveira