A deputada estadual, Ana Lúcia (PT), emitiu nesta quinta-feira, dia 15, nota de pesar pelo assassinato da vereadora Marillene Franco (PSOL) ontem à noite na cidade do Rio de Janeiro.

Confira a nota na íntegra:

 

Venho por meio desta nota manifestar meu imenso pesar pelo brutal assassinato da vereadora do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) Marielle Franco e do companheiro que a acompanhava, Anderson Pedro Gomes, na noite de ontem quando saíam de uma atividade política no centro do Rio de Janeiro. Minha solidariedade a todos os familiares das vítimas, aos seus amigos e a todos os militantes do PSOL e da esquerda brasileira por esta perda.

Marielle era uma mulher, negra, feminista, de esquerda, de origem popular que ousou acreditar e lutar para construir um mundo menos desigual e mais tolerante. Marielle ousou desafiar, denunciar, organizar, lutar. Sua história ficará para a história.

A morte de Marielle representa mais um golpe contra a democracia e contra as forças progressistas deste país, pois foi uma clara a tentativa de calar sua voz. Sua execução aconteceu justamente no período em que ela vinha denunciando a violência policial e os abusos praticados contra moradores das favelas do Rio de Janeiro.

Não vamos esquecer este assassinato, nem deixá-lo impune. Nos somamos ao coro daqueles que cobram a rigorosa apuração deste crime.

 

Marielle, presente!

Hoje e sempre!

 

Ana Lúcia Vieira

Deputada estadual (PT/SE)

Foto: Divulgação